Foto Poema III (Fotografias – Plaina e Moinho d’ água)

132D
.
A plaina do tempo 
Insiste 
Na reta, inexorável. 
A eternidade 
Se abriga na rosca 
Das raspas, 
Chispando 
Em cachos de resina 
.
.
132E
.
Águas passadas 
movem as pás de 
outros moinhos 
invisíveis: 
o moleiro da janela 
sem saber, 
espreita o futuro 

.

.

.

Poemas escritos por: Jansy Berndt de Souza Mello

.

(Mais FOTOS POEMAS encontrados em: FOTOS POEMAS)


Notas:

Créditos das Imagens: Google

00SELO

FOTO POEMA II
Notícia publicada em: Thursday, June 19 @ 21:23:31 BRT
Tópico: Ensaios

Esta notícia é proveniente do Portal Aeternus

www.aetern.us

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *