“Sinto ciúmes do corpo
Da letra que me fascina
Te exorbita e
Me afasta, sem remédio,
De ti.”

 

 

Jansy B. de Souza Mello (1984)